Programa Escola Interativa chega a quinta escola de São José – 13/09/2014

A Escola Interativa chegou neste sábado (13) a quinta escola da rede municipal de São José dos Campos. Dessa vez, 520 alunos da EMEF Professor Moacyr Benedicto de Souza, no Campos dos Alemães, foram inseridos no programa.

A iniciativa da Prefeitura tem a proposta de unir tecnologia e conhecimento pedagógico dentro da sala de aula. Os alunos e professores fizeram apresentações de dança, vídeo e música para receber o programa. Para a diretora da escola, Mary Aparecida de Souza, a Escola Interativa vai aprimorar o processo de ensino e aprendizagem. “As aulas vão ficar melhores e muito mais dinâmicas”, disse.

O prefeito lembrou a importância do envolvimento de alunos, professores e pais. “A tecnologia sozinha não faz nada. Precisamos da motivação dos professores, da vontade de aprender dos alunos e do acompanhamento dos pais e mães”, afirmou durante a cerimônia.

Segundo o secretário de Educação, a Escola Interativa vai permitir que os alunos e professores trabalhem novos conceitos educacionais. “Nossa rede de ensino, que já boa, vai ter um salto de qualidade com o programa”, comentou.

O aluno Angel Gabriel de Souza estava ansioso para receber o tablet, uma das ferramentas do programa. “Acho que as matérias vão ficar mais legais, com mais gente concentrada e sem atrapalhar a aula”, disse. “Tudo que vem para melhorar a educação é bem vindo”, completou o pai dele, Giovani Carvalho.

Programa

Além da escola Moacyr Benedicto de Souza, outras quatro unidades modelo já foram inseridas no programa Escola Interativa. A primeira foi a EMEF Mariana Teixeira Cornélio, no Jardim Telespark. Depois vieram as escolas Elizabete de Paula Honorato, no Jardim Mariana I; Homera da Silva Braga, no Jardim Morumbi; e Silvana Maria Ribeiro de Almeida, no Jardim Cerejeiras.

Até novembro mais de 11.000 alunos serão beneficiados. No ano que vem o programa chegará a todos o Ensino Fundamental. Serão 605 salas de aula, em 46 escolas, equipadas com projetores interativos, servidores e internet wi-fi, além dos tablets dos alunos. Uma rede de fibra ótica irá conectar 169 unidades educacionais.