Programa Escola Interativa avança e chega a 100 salas – 19/09/2014

O programa Escola Interativa, que alcançará todas as escolas da rede municipal de São José dos Campos até 2016, atingiu um marco no sábado (20): já são cem as salas interativas instaladas, com quase 5.500 estudantes do 1º ao 9º Ano beneficiados com tablets e inseridas no programa.

A primeira a receber o programa foi a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Mariana Teixeira Cornélio, no Jardim Telespark, região norte, no final de julho. Desde então, mais seis unidades da rede municipal foram beneficiadas com o novo sistema de aprendizagem que une tecnologia e pedagogia.

Para o prefeito, os recursos da Escola Interativa vão ajudar os estudantes em seu futuro no mercado de trabalho. “Nós queremos que as nossas crianças saiam da escola sabendo usar essa tecnologia, que lá na frente vai fazer a diferença, quando elas forem procurar um curso técnico, fazer faculdade, ou mesmo procurar emprego”, disse o prefeito.

Na EMEF Geraldo de Almeida, no bairro Pousada do Vale, região leste, os alunos do 5º ao 9º ano também receberam seus equipamentos. “Este programa só vem a acrescentar. É a tecnologia que a escola precisava. Os professores já estão usando e as aulas estão mais prazerosas”, disse a diretora Débora Nunes.

Angela de Oliveira, professora de Língua Portuguesa da EMEF Elizabete de Paula Honorato, no Jardim Mariana I, região leste, avaliou o programa como um salto de qualidade da educação no município. “O programa facilita o trabalho com recursos ao vivo na aula.”

A estudante Nicole Sena, 13 anos, está no 8º Ano da EMEF Homera da Silva Braga, no Jardim Morumbi, região sul, e fez parte do terceiro grupo de estudantes beneficiados com a Escola Interativa. “Eu sei da responsabilidade que é receber este tablet. Acho que vai ajudar nas aulas, e temos que tomar muito cuidado com ele.”

O Programa

O Programa Escola Interativa será implantado em toda a rede municipal de ensino de forma gradual até 2016. Cada sala de aula será equipada com os seguintes recursos tecnológicos: servidor, notebook do professor, tablet do aluno, projetor interativo integrado com os demais equipamentos e conteúdo virtual obtido por meio de acesso à internet via wifi.

Os tablets de cada aluno são monitorados pelo professor em sala de aula e, sempre que necessário, podem ser bloqueados e inutilizados no caso de furto ou roubo do equipamento. O desbloqueio é possível somente por meio da Secretaria de Educação.

Antes da entrega dos tablets aos alunos, os pais participam de reuniões na escola para apresentação do programa, conhecimento das regras de utilização correta do equipamento e uso ético da internet.